Voltar para a página inicial
   
       
 
 
 
 
A

Atrofia muscular
Perda do volume da fibra muscular, caracterizada por uma redução visível no tamanho do músculo. Isso ocorre porque os músculos não recebem mais impulsos ou "mensagens" provenientes dos neurônios (células nervosas).

Atrofia muscular espinhal (SMA)
Uma doença neurológica hereditária em que são afetados apenas os neurônios motores inferiores.

Atrofia muscular progressiva (PMA)
Uma doença neurológica progressiva em que os neurônios motores inferiores sofrem deterioração. Se os neurônios motores superiores não forem afetados em dois anos, a doença habitualmente prossegue como uma doença do neurônio motor inferior puro.

B

(não há por enquanto nenhuma palavra)

C

Cãimbras
Contração dolorosa e involuntária de um músculo. Habitualmente, pode-se ver um nódulo ou caroço dos músculos.

Campo elétrico
Potencial de energia criado pela presença de cargas elétricas nos lados opostos de um objeto.

Capacidade vital forçada
Volume de ar exalado de forma forçada, após esforço inspiratório máximo.

Citosol
O fluído que preenche uma célula.

Clônico
Contração muscular e relaxamento alternados em sucessões rápidas.

D

Dinamômetro
Instrumento para medir a força muscular, especialmente da mão.

Disartria
Comprometimento da fala e linguagem por fraqueza ou rigidez nos músculos usados para falar.

Disfagia
Dificuldade na mastigação e deglutição.

Dispnéia de esforço
Uma condição caracterizada por dispnéia (falta de ar) durante a atividade física.

Doenças do neurônio motor
Um grupo de distúrbios em que os neurônios (células nervosas motoras) na medula espinhal e tronco cerebral se deterioram e morrem. A ELA é a doença do neurônio motor mais comum.

E

ELA - Esclerose Lateral Amiotrófica
A Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), conhecida também como doença de Lou Gehrig ou ELA Clássica, é uma doença neuromuscular progressiva, caracterizada por uma deterioração progressiva das células nervosas motoras no cérebro (neurônios motores superiores) e medula espinhal (neurônios motores inferiores). Quando os neurônios motores não podem mais enviar impulsos para os músculos, os músculos começam a sofrer emaciação (atrofia), causando uma fraqueza muscular aumentada. Esse tipo de ELA afeta mais de dois terços de todas as pessoas com ELA.

ELA familiar
Uma doença neurológica progressiva que afeta mais de um membro da mesma família. Esse tipo de ELA responde por um número muito pequeno de pessoas com ELA nos Estados Unidos (5% - 10%).

Esclerose Lateral Primária (PLS)
Uma doença neurológica progressiva em que os neurônios motores superiores sofrem deterioração. Se os neurônios motores inferiores não forem afetados em dois anos, a doença habitualmente se apresenta como uma doença do neurônio motor superior pura. Essa é a forma mais rara de ELA.

Espasticidade
Estado de tensão muscular aumentada, quando o músculo é estendido. Com freqüência, envolve o exagero dos reflexos tendinosos.

Espirômetro
Aparelho que mede o volume de ar exalado.

F

Fadiga
Exaustão de forças; cansaço decorrente de esforços.

Fasciculação
Contrações involuntárias, rápidas, regulares e não-dolorosas de grupos de fibras musculares. Isso freqüentemente é descrito pelas pessoas com ELA como uma "sensação persistente de ondulação sob a pele".

Fenda sináptica
Espaço entre um axônio e sua célula de conexão.

Fibra nervosa
Processo longo de um neurônio, habitualmente, o axônio.

G

Gastrostomia
Estabelecimento de uma abertura fistulosa no estômago, abrindo-se externamente na pele, geralmente empregada para a alimentação artificial.

H

Hipotonicidade

Um estado caracterizado por uma redução ou perda do tônus muscular normal em conseqüência da deterioração dos neurônios motores inferiores.

Hiper-reflexia
Reflexos musculares exagerados, quando se aplica um estímulo normal.

Hiporreflexia
Resposta muscular débil ou ausente, quando se aplica um estímulo normal.

I

Incidência
Número de casos novos de uma doença ocorrendo durante um certo período de tempo.

Interneurônios
Neurônios que não são sensoriais e nem motores. Eles simplesmente conectam os neurônios entre si.

J

Junção neuromuscular
Conexão entre um axônio de nervo motor e uma fibra muscular.

K

(por enquanto não há nenhuma palavra)

L

(por enquanto não há nenhuma palavra)

M

Marcha
A forma ou a maneira pela qual a pessoa anda.

Músculos bulbares
Os músculos que controlam a fala, a mastigação e a deglutição.

Músculo cremaste
Músculo que eleva os testículos.

Músculos fracos e flácidos (também hipotonicidade)
Um estado caracterizado por uma redução ou perda do tônus muscular normal em conseqüência da deterioração dos neurônios motores inferiores.

N

Neurônios motores
Células nervosas especializadas que controlam o movimento muscular.

Neurônios motores inferiores
Células nervosas que começam na medula espinhal ou tronco cerebral e terminam nas fibras musculares.

Neurônios motores superiores
Células nervosas que se originam do córtex motor cerebral e descem pela medula espinhal.

Neurônios sensoriais
Células nervosas especializadas que detectam o ambiente e quaisquer alterações que estejam ocorrendo no ambiente.

Neurotransmissores
Substâncias químicas que transferem as informações do impulso nervoso entre os neurônios.

O

(por enquanto não há nenhuma palavra)

P

Paralisia Bulbar Progressiva (PBP)
Doença que começa com dificuldade de fala, mastigação e deglutição em conseqüência da deterioração dos neurônios motores inferiores. Esse distúrbio afeta aproximadamente 25% de todas as pessoas com ELA.

Paralisia pseudobulbar
Doença que se caracteriza por dificuldade de fala, mastigação e deglutição. Esses sintomas assemelham-se aos da paralisia bulbar, mas essa doença também se caracteriza pelo choro ou riso espontâneo ou imotivado.

Placa motora terminal
Terminações dos axônios dos neurônios motores que se conectam com células musculares.

Potencial de voltagem
A energia de uma carga com relação a uma outra quando elas estão se movendo.

Prevalência
Número total de casos de uma doença existente em um certo período,
em uma área designada.

Q

(por enquanto não há nenhuma palavra)

R

Reflexo de Hoffman
Um súbito aperto na unha do indicador, dedo médio e anelar produz flexões na falange terminal do polegar e da segunda e terceira falange de alguns outros dedos.

Reflexo de sucção
Quando o médico dá uma leve pancada em torno dos lábios, os lábios franzem.

Reflexo mandibular
A boca do paciente está parcialmente aberta; à medida que se dá uma leve pancada na extremidade do queixo, a mandíbula se fecha, da mesma forma que o faz a mão.

Reflexo vivo
Descreve a deterioração das células nervosas motoras superiores (neurônios).

Resposta plantar extensor
Também conhecida como resposta de Babinski.

Rostral
Região situada frente às regiões oral ou nasal.

S

Sialorréia
Perda de saliva (baba) que resulta da falta de deglutição automática e espontânea, para remover o excesso de saliva da boca.

Sinapse
Conexão entre um axônio carregando um sinal nervoso e a célula receptora.

T

(por enquanto não há nenhuma palavra)

U

Unidade motora
Uma fibra nervosa individual e todas as fibras musculares ligadas a ela.

V

Ventilação máxima voluntária
O paciente respira o máximo que pode durante 12 segundos e a ventilação é calculada por minuto.


X

(por enquanto não há nenhuma palavra)


Z

(por enquanto não há nenhuma palavra)

Voltar

 
     
 
Site Tudo Sobre Ela
Copyright © 2001 - - ABrELA e IMG Content. Todos os direitos reservados.